Luiza Erundina Filhos
Luiza Erundina Filhos

Luiza Erundina Filhos | Luiza Erundina de Sousa é uma política brasileira que nasceu na cidade de Uirana, que é uma cidade relativamente pequena localizada no interior do estado da Paraba, no Brasil.

Erundina nasceu em uma família que tinha muito pouca riqueza. Apesar dos desafios que enfrentou, ela conseguiu se formar na Universidade Federal da Paraba com o título de Bacharel em Serviço Social. Além disso, ela recebeu seu título de Mestre em Sociologia pela Universidade de São Paulo.

Luiza Erundina, que atualmente é deputada federal pelo PSOL e foi a primeira mulher eleita prefeita de São Paulo em 1988, expressou satisfação com sua atuação em seu sexto mandato na Câmara. Aos 85 anos, decidiu que não participaria mais de uma campanha política.

No entanto, durante uma conversa telefônica de uma hora e meia com a Universa, ela explica que seu amigo e líder do MTST, Guilherme Boulos, aceitou a condição de ser seu vice-prefeito para concorrer à prefeitura da maior metrópole do país.

Essa conversa aconteceu por telefone. “Eu disse a ele para não sair com uma mulher que de repente era muito mais jovem. Até o ponto em que ele persistiu, e não havia mais nada para ele fazer. Achei que, como alguém familiarizado com a área, deveria ajudar, e por isso decidi fazê-lo”.

Em decorrência de sua participação nas Ligas Camponesas e de sua oposição à ditadura militar, sofreu severa perseguição e foi obrigada a fugir para São Paulo, onde acabou se tornando assistente social e chegou a trabalhar na Secretaria de Assistência Social da Cidade. Salão.

Tudo isso ocorreu em um contexto histórico e geográfico em que as lutas políticas das mulheres eram praticamente inexistentes na época.

Foi assim apesar de ela ter atuado em um contexto em que a política feminina Em 1980, Luiz Inácio Lula da Silva, então líder do sindicato, convidou Erundina para participar da fundação do Movimento dos Trabalhadores. Partido (PT), sigla em que permaneceu, em uma de suas alas radicais, influenciado pelo trotskismo, até o ano de 1998. Isso perdurou até o fim de sua carreira política.

Em 1982, Erundina obteve sucesso em sua candidatura a uma cadeira na Câmara Municipal de São Paulo. Em 1986, foi eleita deputada estadual e, em 1989, indicada pelo PT para assumir o cargo de prefeita de São Paulo, sendo a primeira mulher a ocupar esse cargo na cidade.

A modernização dos sistemas públicos de saúde, habitação, instituições educacionais, redes de transporte e pesquisa científica foram marcas de sua gestão.

Luiza Erundina Filhos

Contrastando com a abordagem predominante da época, que previa a verticalização da cidade e a construção de prédios para acomodar um maior número de pessoas em uma área restrita.

ele defendia a eliminação das tarifas de transporte público e colaborava com coletivos que eram auto-suficientes. geridas num esforço para encontrar soluções para as questões relativas à ocupação do solo e à habitação.

Ele também defendeu a eliminação de pedágios em veículos particulares.Após ocupar o cargo de Prefeita de São Paulo de 1989 a 1992, Luiza Erundina já ocupou o cargo de governante da maior cidade da América Latina.

No momento, ela está trabalhando como deputada federal pelo 6º mandato de sua carreira. Ela dedicou toda a sua vida à política e a passou trabalhando ao lado da sociedade para defender membros da classe trabalhadora, grupos minoritários e aqueles que foram marginalizados.

Sua dedicação mais significativa é à causa da justiça social e da igualdade de direitos.1997 foi o ano em que ela mudou para o partido do PSB.

Erundina fez a transição para o PSOL em março de 2016, citando divisões dentro do PSB em relação à decisão de apoiar o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Durante os mandatos em que atuou como mandatário, foram apresentadas mais de oitenta propostas de proteção à mulher, à gestante, à criança e ao adolescente, à cultura e aos direitos humanos.

De todas as sugestões, nove delas já foram transformadas em legislação, e uma delas inclusive foi acrescentada à Constituição.

Na atual legislatura, é responsável pela coordenação da Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e Direito à Comunicação com Participação Popular.

Esta organização reúne parlamentares e representantes da sociedade civil para garantir que os indivíduos possam exercer livremente o seu direito à comunicação e o seu direito de se expressar.

Além disso, é membro da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática , da Comissão de Legislação Participativa (CLP), da qual foi a primeira presidente, e da Comissão em Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática.

Durante a eleição para prefeito da cidadey de São Paulo em 2020, Erundina se candidatou a vice-prefeito por Guilherme Boulos, que também era candidato ao PSOL.

Luiza Erundina Filhos
Luiza Erundina Filhos

By Adelle

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *